Mestrado em Ensino de Matemática

O Mestrado em Ensino de Matemática entrou em funcionamento no ano lectivo de 2006/2007. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 120 (2 anos). Este Mestrado habilita à docência em escolas, públicas ou privadas, do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário. São objectivos gerais do Ciclo de Estudos de Mestrado em Ensino de Matemática proporcionar os conhecimentos e capacidade de compreensão a um nível que:
  • alicerçando-se nos conhecimentos obtidos ao nível do 1.º ciclo, os desenvolva e aprofunde, permitindo e constituindo a base para desenvolvimentos e/ou aplicações originais, em muitos casos em contexto de investigação;
  • permita aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão e de resolução de problemas em situações novas e não familiares, em contextos alargados e multidisciplinares, ainda que relacionados com a sua área de estudo;
  • desenvolva capacidade para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situações de informação limitada ou incompleta, incluindo reflexões sobre as implicações e responsabilidades éticas e sociais que resultem dessas soluções e desses juízos ou os condicionem;
  • desenvolva a capacidade de comunicar conclusões, conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes, quer a especialistas, quer a não especialistas, de uma forma clara e sem ambiguidades;
  • forneça as competências que permitam uma aprendizagem ao longo da vida, de um modo fundamentalmente auto-orientado ou autónomo.
São objectivos específicos do Ciclo de Estudos de Mestrado em Ensino de Matemática proporcionar:
  • a formação pessoal e social dos futuros docentes, favorecendo a adopção de atitudes de reflexão, autonomia, cooperação e participação, bem como a interiorização de valores deontológicos e a capacidade de percepção de princípios;
  • completar a sua formação científica, tecnológica e técnica em matemática;
  • que os formandos adquiram a formação científica no domínio pedagógico-didáctico;
  • o desenvolvimento progressivo das competências docentes a integrar no exercício da prática pedagógica;
  • que os formandos desenvolvam capacidades e atitudes de análise crítica, de inovação e investigação pedagógica.